Guarda e Vigilância interditam casa de shows onde havia mais de mil pessoas Conforme imagens gravadas no local, não havia distanciamento entre as pessoas - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 5 de dezembro de 2020

Guarda e Vigilância interditam casa de shows onde havia mais de mil pessoas Conforme imagens gravadas no local, não havia distanciamento entre as pessoas

 A Vigilância Sanitária e a Guarda Metropolitana interditaram na madrugada de sábado (5) a Vitrine Casa de Shows, localizada na Rua Brilhante, na Vila Bandeirante, em Campo Grande. O motivo é a ausência do plano de segurança.


De acordo com a Guarda Metropolitana, havia mais de mil pessoas no espaço.  Além da falta do plano de contenção de riscos e termo de responsabilidade, exigidos pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), a fiscalização também flagrou que não havia distanciamento mínimo de dois metros entre mesas e de 1,5 metro entre as pessoas, conforme o termo de interdição lavrado.


O valor da multa varia de R$ 100 a R$ 15 mil e os responsáveis têm 15 dias para apresentar defesa. O local foi interditado às 00h20 de sábado.


Um dos sócios da casa, o empresário Fabiano Xaxá, afirmou que estava no local até às 23h, que o espaço foi alugado e que a responsabilidade é do locatário.


O outro sócio da casa, Igor Rocha, também afirmou que o local tem todos os alvarás e que foram respeitados o toque de recolher e capacidade de público, mas que as pessoas não respeitaram o distanciamento. Também disse que segunda-feira entrará com recurso para desinterditar o espaço.