PONTA PORÃ| Hospital Regional realiza mais de 100 exames endoscópicos (CPRE) - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

PONTA PORÃ| Hospital Regional realiza mais de 100 exames endoscópicos (CPRE)

 O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), registrou entre os meses de maio a dezembro de 2020, 106 procedimentos de abordagem endoscópica dos canais pancreáticos e vias biliares, a CPRE (Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica). A unidade é referência neste procedimento para o Mato Grosso do Sul e já beneficiou pacientes com anomalias complexas no aparelho gastrointestinal.


“A CPRE é um procedimento minimamente invasivo que tem o objetivo de desobstruir a via biliar do ducto pancreático principal, ela evita que o paciente passe por uma grande cirurgia e possibilita que resolva casos simples, além de oferecer uma recuperação rápida e efetiva”, explicou o cirurgião endoscópico, Robin Mauricio Yance Hurtado.

Desde maio o Hospital Regional de Ponta Porã passou a ser referência no procedimento de abordagem endoscópica dos canais pancreáticos e vias biliares. O médico ressalta o tratamento de pacientes registrados apenas na literatura médica.

“Em todos esses atendimentos recebemos até pacientes com conexões anômalas entre os dutos do fígado com o intestino, remoção de cálculos de três centímetros, coisas que só acontecem quando o paciente está doente há muito tempo. É uma grande vantagem ter esse procedimento disponível no SUS e em Ponta Porã”, afirmou o médico.

Idiran José Catellan Teixeira, 53 anos, reside no município de Dourados e passou pelo procedimento da CPRE e retirada da vesícula no Hospital Dr. José de Simone Netto. Ele deixou uma carta de agradecimento aos profissionais da saúde. “Ressalto a boa estrutura da unidade na realização do procedimento e agradeço a todos que me atenderam com dedicação, competência e empenho dos profissionais em realizar as funções com boa vontade”, disse.

Anualmente, mais de 1 milhão de pacientes no mundo são submetidos a CPRE para diagnosticar e, principalmente, tratar doenças bilio-pancreáticas.

Por: Camila Gonçalves Fernandes Kaveski