Organizador de show lotado não tinha licença e pode ser multado em até R$ 15 mil - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Organizador de show lotado não tinha licença e pode ser multado em até R$ 15 mil -

 Multa de R$ 100 a R$ 15 mil e até interdição do local onde ocorreu o evento. Essa pode ser a pesada punição para a empresa organizadora do show da dupla sertaneja Ícaro e Gilmar, realizada na noite de sábado (23), e para a locadora do espaço onde ocorreu a festa, chamada Terra Nova, na saída para Rochedo, rodovia MS-080."Os promotores não tinham autorização para realização do evento, que precisa de licença específica da Vigilância Sanitária, seguindo o que determina o artigo 29 da Resolução 558 da Sesau, de 15 de setembro de 2020", frisa a prefeitura de Campo Grande, em nota que também fala de critérios específicos exigidos no período de pandemia.


"A Prefeitura vai autuar os responsáveis pelo evento, que terão prazo legal para justificar o possível descumprimento da legislação. A multa para descumprimento varia de 100 a 15 mil reais, podendo levar a interdição do local", finaliza o texto.


O show de Ícaro e Gilmar foi o primeiro evento de entretenimento musical realizado após a queda do limite máxima de 80 pessoas. Desde sexta-feira (22), conforme o decreto publicado nesta semana e válido até 6 de fevereiro, os eventos são permitidos para até 40% da capacidade total do espaço em que for realizado.


Contudo, sua realização precisa obedecer vários critérios pré-estabelecidos pela prefeitura, necessitando de aval da Vigilância Sanitária e outros órgãos competentes. A reportagem procura desde o período matutino, data de publicação, os organizadores do show, mas até o momento não obteve êxitO.