Decreto proíbe bailes e aglomerações nas ruas de MS durante o Carnaval - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Decreto proíbe bailes e aglomerações nas ruas de MS durante o Carnaval -

 O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou decreto, que foi publicado nesta segunda-feira (8) no Diário Oficial do Estado, vetando bailes de Carnaval e aglomerações em ruas e calçadas. A proibição vale entre os dias 12 e 17 deste mês.


Conforme a publicação, "determina-se, em todo o território de Mato Grosso do Sul, em razão da emergência de saúde pública ocasionada pela covid-19, a suspensão das atividades que possam acarretar aglomeração de pessoas, em espaços públicos ou privados de uso coletivo". Veja mais:


t


oque de recolher - Ainda como forma de evitar que multidões tomem as ruas, o governo prorrogou o toque de recolher por mais 15 dias. O último decreto foi divulgado em 22 de janeiro, no Diário Oficial, e também estendia a medida por duas semanas, a contar de 25 de janeiro, quando acabaria o prazo estipulado na determinação anterior. A restrição de circular das 22h às 5h, em todas as cidades, estava em vigor até amanhã, dia 9, prazo que, portanto, foi renovado. -De acordo com o Governo de Mato Grosso do Sul, as iniciativas tem como objetivo evitar nova onda de contágio, que pode vir como consequência do relaxamento dos cuidados e isolamento durante a folga prolongada, e ainda colocar mais freio na disseminação da covid-19.


Ponto facultativo – Na semana passada, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, já havia adiantado   que mais restrições seriam impostas à população durante o Carnaval. Defensor da suspensão do ponto facultativo para os cerca de 47 mil servidores estaduais na ativa, como forma de evitar aglomerações durante o feriadão, o secretário disse respeitar a decisão do governador de manter a folga prolongada para o funcionalismo público.


O secretário afirmou que além do COE (Centro de Operações de Emergências) ter entendido que o “cancelamento do feriadão” não surtiria o efeito esperado no que diz respeito a frear o contágio do novo coronavírus, o governador “confia nos servidores”.


Conforme calendário publicado no dia 18 de dezembro de 2020, funcionários públicos estaduais têm folga nos dias 15 e 16 de fevereiro, além do dia 17 até às 13h, em razão da Quarta-feira de Cinzas.


Depois de enfrentar a segunda onda de contaminação do novo coronavírus, em dezembro, quando Mato Grosso do Sul chegou a ter média de 25 mortes por dia e registrar recorde de 33 óbitos em 24 horas – no dia 5 de janeiro –, a curva de contágio no Estado começou a dar sinais de queda. Desde 10 de janeiro, médias de novos casos registrados e mortes estão reduzindo a cada dia, mas ainda em patamar alto – mais de 20 mortes e de 1 mil casos por dia.