Festa clandestina lota balneário e seis pessoas são detidas Várias bebidas foram apreendidas no evento que aconteceu próximo a BR -262 - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

domingo, 21 de março de 2021

Festa clandestina lota balneário e seis pessoas são detidas Várias bebidas foram apreendidas no evento que aconteceu próximo a BR -262

 Seis pessoas foram parar na Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), após polícia encerrar festa clandestina num balneário localizado na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. Tudo aconteceu na noite de ontem (20), próximo a BR – 262.


No local estavam em média 100 pessoas aglomerando e bebendo. A informação chegou até a polícia que enviou algumas equipes da Rotac (Rondas Ostensivas de Ações de Choque), até o endereço.


Quando a polícia chegou no balneário, encontrou três carros com som alto, responsáveis por animarem a festa. Entre eles estava uma S-10, que pertence a uma mulher de 30 anos, que foi detida pelos policiais.


Dentro da S-10, foram encontradas e apreendidas 6 cornetas, 2 tweeters, 3 alto falantes, 15 baterias, 2 módulos amplificadores, 2 fontes e 1 divisor de frequência.


A música alta também estava num Gol preto, que pertence a um homem de 33 anos, também detido pela polícia. Durante vistoria do veículo, os policiais acharam mais 2 alto falantes, 4 cornetas, 2 tweeters preto, 2 módulos e 1 fonte.


No Golf vermelho, de um homem de 29 anos, que também estava com som ligado foram apreendidos 6 alto falantes. Ele também foi detido no momento.


Além veículos com som alto, os policiais abordaram e detiveram homem de 45 anos, que estava vendendo bebidas alcoólicas numa F-1000. Bebidas - Dentro da caminhonete foram encontrados; 29 energéticos, 37 latas de refrigerante, 13 sucos, 52 garrafas de água, 33 garrafas de vodka, além de 317 unidades de cervejas e três litros de whisky, e duas garrafas térmicas grandes que foram apreendididas  Um advogado apresentou como proprietário do balneário e informou aos policiais que tinha alugado o espaço. Ele apresentou o comprovante de pagamento do aluguel feito por uma mulher que não foi encontrada na festa.


Outros dois homens, de 25 e 45 anos, informaram que eram funcionários de uma empresa de bebidas, porém não apresentaram nenhum documento que comprovasse o vínculo e acabaram detidos.


A festa foi encerrada pela polícia por volta da meia noite e no local também foram encontrados outras 9 garrafas de vodka abertas, que estavam sendo consumidas pelas pessoas do evento.


As bebidas e os responsáveis pela aglomeração foram levados para Cepol onde o caso foi registrado como infração de medida sanitária e perturbação de sossego.