Incluídos na vacinação, pessoas com deficiência comemoram a primeira picada A partir de hoje, a imunização está sendo feita também em pessoas entre 18 e 60 anos que tenham comorbidades - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 27 de março de 2021

Incluídos na vacinação, pessoas com deficiência comemoram a primeira picada A partir de hoje, a imunização está sendo feita também em pessoas entre 18 e 60 anos que tenham comorbidades

O ginásio Guanandizão era só alegria na manhã deste sábado, quando um novo grupo passou a ser prioridade nesta etapa da vacinação na Capital. A partir de hoje, a imunização está sendo feita também em pessoas entre 18 e 60 anos que tenham comorbidades, mediante entrega de laudo.


Na lista entraram pessoas autistas, com deficiência mental, auditiva ou visual, síndrome de Down, paralisia cerebral, distrofia muscular ou traque ostomizados. Também foram incluídos transplantados, renais crônicos em diálise ou pacientes oncológicos com doença ativa e em tratamento.


Foi com ajuda da intérprete Manuela Cáceres, de 34 anos, que conseguimos conversar com Graziela dos Anjos Melo Rocha, que tem deficiência auditiva. Aos 40 anos, ela saiu do Bairro Santo Antônio, para tomar a primeira dose da vacina. O sentimento era de felicidade que dava para ver através dos olhos.  "Estou muito feliz, a covid está muito perigosa. Precisamos cuidar da nossa saúde e das pessoas. A vacina nos deixa mais seguros, estou feliz porque a sociedade pensou neste grupo de surdos, nossa comunidade também é importante", dizia. Sobre a picadinha, Graziela respondeu que "doeu um pouquinho", mas que a felicidade era maior.