Jogadores envolvidos no EA Gate terão contas banidas de FIFA Cartas compradas de forma ilícita serão removidas - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 15 de março de 2021

Jogadores envolvidos no EA Gate terão contas banidas de FIFA Cartas compradas de forma ilícita serão removidas

 Após iniciar a investigação sobre acusações de vendas de cartas do FIFA Ultimate Team por supostos funcionários da empresa, o chamado "EA Gate", a Electronic Arts emitiu um comunicado afirmando que foram identificadas atividades questionáveis envolvendo um pequeno número de contas e itens e que medidas serão tomadas para resolver o caso.

"Qualquer item adquirido através dessa atividade ilícita será removido do ecosistema do FUT e a EA vai banir permanentemente qualquer jogador que tenha adquirido conteúdo por esses meios", diz o comunicado.  A empresa também anunciou que está desativando a função de envio direto de conteúdo dentro do game. Essa função permitia enviar itens diretamente para as contas dos jogadores e era exclusiva para uso interno na desenvolvedora, ou seja, nenhum recurso utilizado pelos jogadores será removido.

Nos últimos dias, relatos nas redes sociais alegam que supostos funcionários da EA estariam cobrando para liberar cartas Momento Icons para o modo Ultimate Team do FIFA 21 - o que vai contra a política da própria empresa, que já alegou que itens de dentro do jogo jamais poderiam ser vendidos por dinheiro real.

De acordo com prints divulgados, o funcionário enviava as cartas diretamente para as contas através da PSN ou do EA ID dos compradores garantindo zero riscos de banimento. O “pacote” com 3 cartas Momento custaria 750 euros, enquanto o conjunto de 3 cartas Momento e 2 do Time do Ano sairia por 1000 euros.