CS:GO: Com proteção anti-bot, FURIA atropela Astralis Brasileiros chegam às semifinais da ESL Pro League Season 13, fato que não acontecia desde 2018 com o MIBR - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 10 de abril de 2021

CS:GO: Com proteção anti-bot, FURIA atropela Astralis Brasileiros chegam às semifinais da ESL Pro League Season 13, fato que não acontecia desde 2018 com o MIBR


 O Brasil é semifinalista da ESL Pro League Season 13! Depois de quase três anos, a FURIA representa o país em um dos campeonatos mais importantes do cenário de CS:GO. Em 2018, a MIBR de FalleN, fer, coldzera, tarik e Stewie2K ficou no quarto lugar na Season 8 do campeonato.

A FURIA foi a única equipe brasileira que passou pela fase de grupos, e eliminou FunPlus Phoenix nas eliminatórias, G2 Esports nas oitavas de final e agora a toda poderosa Astralis nas quartas, avançando para pegar a Heroic nas semis, que serão disputadas amanhã às 10h30. Confira o resumo da série:

ESL Pro League Season 13 - Quartas de Final
Astralis 0-2 FURIA
Mapas: Vertigo (FURIA) e Train (Astralis)

No mapa de sua escolha, a FURIA começou atacando e mostrou o motivo de ser considerada uma das principais forças da equipe. Atacando sem dó a rampa do Bomb A, os brasileiros dominaram os robôs dinamarqueses, que chegaram a tentar defender com quatro jogadores desde o começo do round, mas não seguraram o ímpeto dos Panteras. Apesar de perder um round eco, nada que pudesse segurar o 9-6 de vantagem no intervalo.

De CT, a FURIA teve bons duelos no Bomb A, forçando a Astralis a tentar optar pela B, caindo no colo de KSCERATO, que comprou muito tempo para seus companheiros o acudirem. A Astralis tentou, mas não conseguiu furar a defesa e caiu por 16-10. Na Train, um mapa extremamente perigoso, a FURIA ficou com o conhecido lado CT, e o mais importante era vencer o pistol e o forçado clássico dos TRs. Com VINI e arT inspirados, os Panteras logo começaram a abrir larga vantagem sem tirar o pé do acelerador. Nada dava certo para a Astralis, que insistiu em duelar na A e ficou muito para trás. No ponto solitário conquistado no ataque, os dinamarqueses dominaram rapidamente o B, mas foi só… O efeito bola de neve dos defensores se provou melhor, e o final em 14-1 para a FURIA no intervalo já indicava que o dia seria bom.

Na virada de mapa, a Astralis conseguiu se salvar no pistol após Magisk abater dois jogadores brasileiros no fundo do Bomb A, mas a FURIA não seria abalada, e cortou o mal pela raiz forçando na sequência e quebrando os dinamarqueses, e encerrando o mapa - e a série - na primeira oportunidade que tiveram. Atropelo de 16-2 para chegar às semis! A FURIA enfrentará nas semifinais os dinamarqueses da Heroic, que venceram todos os jogos do Grupo A e bateram a Ninjas in Pyjamas no Play-In das eliminatórias, chegando às semis de forma direta. Veja a agenda abaixo:

Sábado, 10 de abril

10h30 - Heroic vs FURIA (Md3)