Médica é atacada em posto de saúde por não receitar “kit covid” Ela se trancou no consultório e acionou a polícia com medo de ser agredida pelos pacientes - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 23 de abril de 2021

Médica é atacada em posto de saúde por não receitar “kit covid” Ela se trancou no consultório e acionou a polícia com medo de ser agredida pelos pacientes

 Uma médica de 26 anos se trancou na consultório com medo de ser agredida após não receitar o "kit covid" para um casal de pacientes. A confusão aconteceu na noite de ontem (22), em um posto de saúde de Três Lagoas.


Conforme informações do boletim de ocorrência, o casal foi até a unidade de saúde apresentando sintomas de covid. Os pacientes inclusive já tinham feito o teste no qual testaram positivo para o vírus.


No local, eles foram atendidos e durante a consulta, a médica prescreveu um medicamento para ajudar no tratamento. No entanto, o casal disse que queria a receita do “kit covid”, com ivermectina e hidroxicloroquina.


A médica então resolveu explicar aos pacientes que os esses remédios não eram eficientes e não têm explicação científica para o uso desses medicamentos.


Irritados com a recusa, o casal ficou nervoso e começou a gritar e ofender a médica. Assustada com a atitude dos pacientes, a vítima se trancou na sala do consultório e acionou a polícia.


Quando os policiais chegaram no local, encontraram o casal dizendo que queria o kit pois viu na televisão e redes sociais que os medicamentos estão sendo receitados por alguns médicos.


O casal foi levado para Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Três Lagoas, onde o caso foi registrado como perturbação de trabalho.