População volta a madrugar na fila no 1º dia de retorno do Auxílio Emergencial - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 6 de abril de 2021

População volta a madrugar na fila no 1º dia de retorno do Auxílio Emergencial -

 O retorno do Auxílio Emergencial também trouxe de volta as grandes filas às agências bancárias em Campo Grande, nesta terça-feira. Mas as portas abriam mais cedo e a movimentação na primeira hora após a abertura das agências da Caixa Econômica Federal é bem tranquila se comparado com a procura dos beneficiários no ano passado. O problema é que muita gente ainda acha que pode sacar o dinheiro na boca do caixa, o que é impossível. Os valores só serão liberados para saque em 2 semanas.


 Quem decidiu madrugar disse que valeu a pena ter chegado cedo. Na agência da Caixa da avenida Gury Marques,  cerca de 50 pessoas aguardavam atendimento. Um dos primeiros era  o catador de material reciclagem, Jucelino Pereira da Costa, 56 anos. -Ele mora no Portal Caiobá e chegou no local às 6h30 para tentar um atendimento mais rápido. Desempregado e vivendo de doações desde o começo da pandemia do coronavírus, ele precisa resolver pendências para receber os R$ 150. “Vou fazer compra para casa, principalmente alimento básico e produtos de limpeza. Eu trabalho desde os 5 anos de idade e nunca imaginei passar por essa situação”, afirmou. Logo atrás dele, estava o vaqueiro Amauri de Andréa, 54 anos. Ele mora nas Moreninhas e pegou o ônibus logo nas primeiras horas do dia para chegar à agência às 6h30. “Estou desempregado e esses R$ 150 chegou em boa hora para fazer compra para casa.” Mas ele perdeu a viagem, porque os beneficiados não podem sacar o dinheiro hoje. Uma das últimas na fila, a dona de casa, Maria de Fátima Oliveira, 61 anos, também errou nesta terça-feira. Ela saiu de casa às 8h. Ela mora na Cohab e disse que não se importava de ficar aguardando o atendimento para resolver o cadastro que não conseguiu de maneira virtual. “Vale a pena porque é um dinheiro que estamos precisando”, acrescentou antes de ter a notícia de que hoje não poderia sacar. -Cerca de 45,6 milhões de brasileiros começam a receber hoje   a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família  O auxílio será pago a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.