Vítimas dizem que ladrão foi baleado pelo comparsa durante briga em assalto - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 30 de abril de 2021

Vítimas dizem que ladrão foi baleado pelo comparsa durante briga em assalto

Criminosos invadiram casa onde vivem um idoso e a neta, queriam levar carro, mas não conseguiram


O homem que foi socorrido com tiro debaixo do queixo no quintal de uma residência no Bairro Buriti nesta manhã era um dos bandidos que invadiram a casa. Segundo a família vítima do roubo, ele e um comparsa de desentenderam durante o assalto e o ladrão, identificado apenas como Tiago, de 33 anos, levou a pior.

O ferido foi levado pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa de Campo Grande. Quando foi socorrido, estava consciente, mas mal falava e tremia muito. Tudo aconteceu antes da 5h desta sexta-feira (30). Na casa, vivem um idoso de 84 anos e a neta, de 35 anos, que cuida dele. Eles contaram ao corretor de imóveis, de 56 anos, filho do dono da casa, que acordaram com o barulho dos bandidos arrombando a porta da residência. O idoso foi empurrado em um sofá por um dos assaltantes e ficou no local, sem reagir, enquanto os criminosos, com agressividade, mandavam que a neta abrisse o cadeado do portão. Muito nervosa, a mulher não conseguia obedecer as ordens, momento que os dois ladrões começaram a discutir. Um deles queria levar apenas uma televisão, enquanto o outro, insistia em abrir o portão para ir embora com o carro que estava na garagem.

Houve um disparo, Tiago ficou caído no chão e comparsa fugiu pulando o muro da casa. “Não sei se o tiro foi acidental”, afirma o corretor, que não estava no local, mas correu para a casa do pai assim que foi avisado do ocorrido.

Segundo o delegado Fabrício Dias, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), em breve entrevista na Santa Casa, o ladrão afirmou que não sabe de onde veio o tiro, mas diz que não foi disparado pelo comparsa.

A TV que seria roubada estava no quintal da casa. A polícia não informou se a arma do crime foi localizada. O caso será encaminhado para Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).