Encontrado morto, jornalista de 29 anos havia perdido a mãe há 2 meses - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 24 de maio de 2021

Encontrado morto, jornalista de 29 anos havia perdido a mãe há 2 meses

 “Filho da melhor mãe do mundo”, é assim que se identificava Douglas Silva em rede social. Jornalista, ele foi morto, na noite de sábado (22), com facada no pescoço. O rapaz foi encontrado caído em calçada da Rua Sol Nascente, no Bairro Jóquei Clube, em Campo Grande.


O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser chamado, mas Douglas não resistiu. Além do ferimento no pescoço, ele tinha um corte superficial na palma da mão.


De acordo com registro da Polícia Civil, como Douglas não estava com documentos, num primeiro momento, não foi feita a identificação.


A polícia também não tem suspeito do assassinato ainda e a família não sabe detalhes do ocorrido. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada) e será investigado, inicialmente, como homicídio simples.


 apurou que Douglas havia perdido a mãe, Ângela Maria Silva, para um câncer há cerca de 2 meses. Ele tem familiares em Campo Grande, que vão providenciar o velório assim que o corpo for liberado do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). O jornalista deixa uma filha, ainda criança.