Mato Grosso do Sul recebe 14 mil doses da vacina da Pfizer nesta segunda-feira (10) - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Mato Grosso do Sul recebe 14 mil doses da vacina da Pfizer nesta segunda-feira (10)

 Mato Grosso do Sul receberá novo lote, com 14.040 doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer, nesta segunda-feira (10).


É a segunda remessa desse imunobiológico e, desta vez, as doses serão enviadas para todos os 79 municípios. Na primeira entrega, as doses ficaram apenas na Capital.

O ministério da Saúde informa que a vacina pode ser armazenada em refrigeração de 2°C a 8°C, durante cinco dias, temperaturas possíveis para freezeres mais comuns.

Campo Grande deve ficar com 4.770 doses do imunizante nesta remessa.

A Capital já havia recebido 7.020 doses da vacina da Pfizer na primeira remessa, que foram aplicadas apenas em gestantes e puérperas com 45 dias pós-parto.

Conforme o Ministério da Saúde, as doses são destinadas para a primeira aplicação em pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente.

O município que concluir 100% da vacinação de algum destes grupos prioritários poderá empregar doses remanescentes para finalizar a vacinação de indivíduos dos demais grupos prioritários.

Em Campo Grande, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a nova remessa será deliberada para a utilização em outros públicos, no entanto ainda não definiram quais serão.
Brasil

Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde começa a distribuir, a partir de amanhã (10), lote com 1,12 milhão de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech. ,

Segundo a pasta todos os estados e Distrito Federal receberão o imunizante de forma proporcional e igualitária.

De acordo com a pasta, a logística de distribuição das vacinas da Pfizer foi montada levando em conta as condições de armazenamento do imunizante.

No Centro de Distribuição do ministério, em Guarulhos, as doses ficam armazenadas a uma temperatura de -90°C a -60°C.

Ao serem enviadas aos estados, as vacinas estarão expostas a temperatura de -20°C. Nas salas de vacinação, onde a refrigeração é de +2 a +8°C, as doses precisam ser aplicadas em até cinco dias.

Conforme o Ministério da Saúde, a aplicação da primeira e segunda doses devem ter intervalo de 12 semanas entre uma e outra.

Glaucea Vaccari