Notebook leva polícia a suspeitos de degolar mulher e abandonar em milharal - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 1 de maio de 2021

Notebook leva polícia a suspeitos de degolar mulher e abandonar em milharal - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

 A Polícia Civil tem mais de um suspeito de envolvimento na execução de Fernanda Daniele de Paula Ribeiro dos Santos, 36 anos, encontrada degolada em um milharal à beira da MS-276, entre Batayporã e Nova Andradina, nesta quinta-feira (29). Os policiais encontraram prints no notebook da vítimaque estão ajudando a traçar a linha de investigação do crime."Este notebook tem bastante conteúdo informativo para a produção da investigação criminal. Há uma conversação que nos direcionou qual rumo tomar na investigação", comentou delegado responsável pela investigação, Filipe Davanso Mendonça titular da delegacia de Polícia Civil em Batayporã em entrevista o Jornal da Nova, pelo Instagram. - O delegado não revelou qual seria a possível motivação do crime, nem as identidades dos suspeitos para não atrapalhar os trabalho. Contudo, adiantou que "há uma linha de investigação bem avançada de apuração do fato".


Dez pessoas já foram ouvidas nessas fase inicial da apuração e dentre elas estavam os suspeitos de envolvimento do crime. "É mais de um suspeito que está sendo investigando", acrescentou.


Crime brutal - Fernanda foi morta com uma facada no pescoço e em seguida arrastada para o meio de um milharal à margem da MS-276. A vítima não possuía documentos e estava sem o celular que também ainda não foi encontrado. Ex-presidente do PSL na cidade de Nova Andradina, Fernanda havia renunciado ao cargo em setembro de 2020.