CAPITAL| Novo decreto mantém Cidade na bandeira vermelha; confira o que abre e fecha - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 24 de junho de 2021

CAPITAL| Novo decreto mantém Cidade na bandeira vermelha; confira o que abre e fecha

 O governo do estado promoveu alterações nos critérios de classificação do Prosseguir e confirmou que Campo Grande está na bandeira vermelha. As alterações foram anunciadas nesta quarta-feira (23). Com isso, fique por dentro do que pode abrir e o que não pode em Campo Grande até o dia 30 de junho.


O prefeito Marquinhos Trad (PSD), que após a imposição de medidas de restrição declarou que o comércio não é responsável pelo aumento de casos e decretou que Campo Grande seguisse o bandeiramento vermelho, comemorou a decisão do governo estadual em reconhecer a classificação da Capital. "Não acredito que mudaram a cor da bandeira. Creio que a cor da bandeira foi retificada, pois, dentro dos critérios estabelecidos pelo Prosseguir e pela sua pontuação Campo Grande nunca se enquadrou na cor cinza. Isso demonstra que a culpa do aumento dos casos não é do comércio. Estamos vermelhos e ao redor está laranja e até amarelo, tudo isso em 7 dias", pontuou.

Para Trad, a mudança de Campo Grande para bandeira cinza em decreto publicado no dia 10 de junho foi errônea. Assim, determinou que o comércio de Campo Grande continuasse funcionando nesse período. Assim, apesar de não seguir o que o estado propôs, a Capital e cidades no entorno diminuíram seu grau de risco para covid, conforme o Prosseguir.

Após as polêmicas, em que até prefeitos tucanos se recusaram a seguir as determinações de Reinaldo Azambuja (PSDB) - como em Três Lagoas e Ponta Porã, o governo anunciou, também, uma mudança estratégica nos critérios de classificação do Prosseguir, que foi alvo de questionamentos. A adjunta da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Christinne Maymone, declarou que o programa alterou os indicadores de classificação.

O que abre e fecha em Campo Grande

Apesar da 'mudança' de bandeira por parte do governo estadual, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) havia publicado decreto no dia 14 de junho colocando Campo Grande como bandeira vermelha e determinando que os estabelecimentos seguissem o que determina o bandeiramento vermelho do Prosseguir.

De qualquer forma, todos devem seguir algumas medidas já estipuladas em decretos anteriores como ocupação de no máximo 50% da capacidade dos estabelecimentos, uso de máscaras e distanciamento social. O toque de recolher permanece a partir das 21h.

Vale ressaltar que a validade do decreto municipal vai até o dia 30 de junho.

O que pode funcionar:

Bancos e lotéricas

Igrejas e templos religiosos

Academias e locais para atividades físicas

Lojas de materiais de construção

Bares e restaurantes

Cartórios

Atacadistas

Comércio Varejista

Prestação de serviços

Shoppings

Feiras livres

Salão de beleza e afins

O que não pode abrir

Eventos estão limitados: no máximo 50 pessoas ou até 40% do espaço e ter autorização da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), além de seguir demais medidas como distanciamento de 1,5 m entre pessoas e uso de máscaras.

Áreas comuns de condomínio.

Por: Gabriel Maymone