Nobru, brTT, times e empresas se unem contra confederações nos esports - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Nobru, brTT, times e empresas se unem contra confederações nos esports

Grande parte do ecossistema dos esportes eletrônicos já se mostraram contrários a implantação do sistema de confederações no meio. Isso já ficou claro tanto nas redes sociais, quanto em sessões no senado. Desta vez, esta mesma frente de oposição se reuniu de forma mais organizada e lançou um abaixo-assinado, pontuando tudo que o que são contrários e o porquê. Entre os nomes que assinaram estão Nobru, brTT, Nyvi, Cherrygumms, FURIA e mais. De acordo com a carta, um dos principais pedidos é para que os participantes mais atuantes no mercado de esports sejam ouvidos e participem do debate público que posteriormente decidirá o futuro do competitivo nacional. Por isso, tantas assinaturas de nomes importantes na cena. Neste âmbito de serem ouvidos, a grande pauta em jogo é o veto da PLS 383/2017. Em São Paulo este mesmo Projeto de Lei foi vetado após forte oposição de representantes do ecossistema de esports. No entanto, outras PLS muito semelhantes passaram em estados como Ceará, Paraíba, Amamá, Bahia e Paraná. Já os nomes que assinaram são: Nobru brTT Nyvi Cherrygums Cerol Baiano Jukes Caju Rafifa FURIA paiN BBL Afrogames W7M Santos INTZ Ebrainz 7WPlay Team One Mais Esports Webedia Fluxo GamersClub LnK Gaming Vorax MEC Inc Mario Marconini Para conferir a carta e outras informações a respeito do assunto, veja o tuíte abaixo de Leo Dibiase, Sócio Fundador da BBL Eports: