Dupla furtava animais, matava a tiros e revendia carne imprópria em MS - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Dupla furtava animais, matava a tiros e revendia carne imprópria em MS -

Dois homens, de 24 e 47 anos, foram presos pela Polícia Civil acusados de furtar bovinos e suínos, abater e revender as carnes no município de Jardim, a 233 quilômetros de Campo Grande. Foram apreendidos 70 quilos de carnes, além da polícia apreender armas e munições da Argentina.De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram em março deste ano, quando a dupla furtou quatro carneiros de raça de uma propriedade rural da região. Então, os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) constataram que haviam várias ocorrências de furto de gado. Durante as investigações, foram encontrados na estrada que dá acesso a chácara de um dos envolvidos, vestígios de couro de animal. Então, foi constatado que os animais eram abatidos a tiros e transportados em veículos de carroceria. Algumas vezes, eram transportados pedaços em bolsas e nos últimos abates, levado inteiro para desossar na chácara. Flagrante - Na última sexta-feira (3), uma equipe do Iagro estava na região, quando foi ultrapassada por uma caminhonete S-10, cor prata e que levava na carroceria um animal abatido. Ao abordar o motorista de 24 anos, ele não soube explicar a origem do animal e respondeu que teria comprado na Aldeia Barro Preto, em Porto Murtinho. O rapaz também não soube explicar o motivo da marca ter sido removida. - A Polícia Civil foi acionada e constatou que um dos envolvidos já vinha sendo investigado pois estaria comercializando carne abaixo do valor praticado no comércio, em sua propriedade, em Jardim. No local, foram encontrados dois freezers contendo cerca de 70 quilos de carnes diversas, a maioria etiquetadas por corte. Ainda no mesmo ambiente, foram apreendidos dois apetrechos de pesca, uma serra fita de bancada, uma balança comercial e também um caderno contendo anotações sobre o preço de venda de carnes e peixes. Em um dos quartos, foi apreendida uma caixa de 17 munições calibre 22, da Argentina, um revólver da marca Rossi calibre 22, com cinco munições, uma espécie de peixe Dourado e duas de Curimba. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS