Psicóloga morta com 28 facadas foi vítima de ex-paciente com esquizofrenia - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Psicóloga morta com 28 facadas foi vítima de ex-paciente com esquizofrenia -

A polícia paraguaia prendeu, na noite de ontem (4), Lucas Matias Prieto Cardozo, de 22 anos, suspeito de matar a facadas a psicóloga Juana Elva Rojas de Cáceres, de 64 anos, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil. O jovem, que é ex-paciente da vítima e possui quadro de esquizofrenia, foi encontrado na cidade de Ñemby, na Grande Assunção. O suspeito foi preso com o carro da vítima, modelo Kia Sportage, usado para fugir logo após o crime. Juana foi encontrado morta em um quarto de motel, na manhã de ontem (4), após ter saído de casa na noite anterior. Conforme o site Ponta Porã News, dentro do veículo foi encontrado cartão bancário em nome da vítima. - A Polícia Nacional Paraguai não informou se Lucas será transferido para a cidade onde o crime aconteceu, ou se permanecerá na região onde foi preso. O caso - Investigações indicam que a psicóloga tenha saído de casa para atender um paciente e teria sido levada a força ao motel, por volta das 20h de sexta-feira (3). Depois de esfaquear e matar a vítima, o assassino fugiu com a caminhonete e pertences da vítima. A perícia forense de Pedro Juan constatou que a vítima recebeu 28 facadas, que atingiram o tórax, peito, costas, rosto e cortes nas mãos, o que indica que ela tenha lutado para não ser golpeada.