Polícia descarta motivação política em assassinato durante comício e caça autor - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Polícia descarta motivação política em assassinato durante comício e caça autor -

A polícia descarta qualquer possibilidade do assassinato de Wislher Freitas Tavares, 26, estar relacionado a questões políticas. Ele foi morto na noite de ontem (30), em Paranhos, a 469 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. Joel Ribeiro de Oliveira, o “Déda”, de 29 anos, foi o autor do crime. Wislher participava de comício no centro da cidade, quando foi morto por Déda com cinco tiros de pistola 9 milímetros na frente de várias testemunhas. O município está em campanha eleitoral para eleição de novo prefeito, marcada para domingo (3). Ao Campo Grande News, policiais da cidade afirmaram que briga por motivação política nem chegou a ser cogitada como possível causa do crime. A principal suspeita dos investigadores é ligação com o comércio de drogas. Tanto autor quanto vítima seriam ligados ao narcotráfico e membros das duas famílias foram assassinados na cidade nos últimos anos, inclusive, o pai do rapaz morto ontem. Também existe, ainda que remota, a possibilidade do crime ter acontecido por causa de uma mulher. Segundo o delegado Edgar Punsky, as testemunhas relataram que os dois participavam do comício do candidato do MDB Donizete Viaro, quando começaram a discutir. Joel sacou a pistola e atirou seis vezes na direção de Wislher. Cinco atingiram o alvo, que morreu na hora. Depois de matar o desafeto, Joel de Oliveira foi visto fugindo em direção a Sete Quedas em uma picape Fiat Strada prata. Policiais civis, militares e equipes do Bope e do DOF que estão na cidade para reforçar a segurança por causa da eleição extemporânea ajudam nas buscas, mas a suspeita é que Joel tenha se refugiado em território paraguaio. Paranhos é separada apenas por uma rua da cidade paraguaia de Ypehú, no departamento de Canindeyú. As duas cidades são bases de importantes quadrilhas do narcotráfico. -