Na cara do chefe, delegada que investiga “mafiosos” diz não confiar na polícia - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 5 de novembro de 2021

Na cara do chefe, delegada que investiga “mafiosos” diz não confiar na polícia

Uma reunião com os delegados titulares de todas as delegacias de Campo Grande terminou em briga e acusações entre o Delegado-Geral da Polícia Civil Adriano Garcia Geraldo e a delegada Daniella Kades de Oliveira Garcia, integrante da força-tarefa responsável pelas investigações contra grupo de extermínio suspeito de atuar em Mato Grosso do Sul por pelo menos uma década.Depois de recusar a citar nomes de investigados na reunião, a delegada afirmou que “não confia na polícia”, se referindo a série de denúncias de corrupção dentro dos órgãos de segurança pública feita pela própria força-tarefa da Operação Omertá. Agentes da Polícia Civil (investigadores e delegados), guardas municipais, policiais militares e policial federal foram presos nas ações.Parte da discussão foi gravada. Em áudio obtido
é possível ouvir que o começo da discussão se refere justamente as consequências das investigações que, em 2019, desarticulou o grupo criminoso apontado como responsável por pelo menos sete execuções na Capital. Na época, as ações revelaram que Jamil Name e o filho Jamil Name Filho comandavam a quadrilha.