Homem que matou esposa com machado agredia enteados e tentou enforcar criança - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Homem que matou esposa com machado agredia enteados e tentou enforcar criança -

Jonas Ferreira Rocha, de 49 anos, assassino confesso da esposa Mariana de Lima Costa, 29 anos, em Anastácio, a 122 quilômetros de Campo Grande, já foi denunciado por maus-tratos por agredir constantemente os enteados, de 13 e 15 anos, pois não os aceitava na convivência com a família. Além disso, as brigas entre o casal eram constantes e Jonas era um homem agressivo.Essas informações foram relatadas por Mariana e constam na denúncia de maus-tratos, feita pelo Conselho Tutelar, em fevereiro de 2021, quando as crianças foram morar com a mãe, depois do falecimento do pai em 2020. As agressões se tornaram constantes desde então e principalmente quando Jonas ingeria bebidas alcoólicas. O padrasto chegou a ser preso pelos maus-tratos. Na época, Jonas tentou enforcar o enteado, que brincava na residência com um cachorro. Ele confessou que não aceitava os dois filhos da mulher e nem que eles se aproximassem da filha do casal, de 4 anos, mesmo morando na mesma casa. Jonas afirmou ainda que bateu na filha, pois não gostou quando ela teve contato com os irmãos. No começo do ano passado, as crianças de 13 e 15 anos chegaram a fugir da casa e ficaram na rua, onde dormiram na praça da cidade de Anastácio. Após ser acionado, o Conselho Tutelar as encaminhou para serem cuidadas pela avó materna. Depois, elas voltaram ao convívio com a mãe. O crime - Mariana foi assassinada por Jonas no último sábado (15), na residência que o casal vivia, na região do loteamento Altos da Cidade, em Anastácio. O caso só foi descoberto na noite desta segunda (17), depois que Jonas se apresentou à polícia. Depois de uma discussão por ciúmes, ele usou o cabo de um machado e atingiu o lado esquerdo do crânio de Mariana. O crime teria sido presenciado pela menina de 4 anos. Depois de matar a companheira, Jonas deixou o corpo em cima da cama, trancou a casa e fugiu com a filha para Campo Grande. Ele mesmo procurou a polícia na noite de ontem e foi preso preventivamente na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).O corpo de Mariana foi encontrado em avançado estado de decomposição e encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal). O delegado Gabriel Salles informou que Jonas passará por audiência de custódia ainda nesta terça-feira (18).