Condenado por matar, esquartejar e assar esposa na churrasqueira é preso em Corumbá - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

Condenado por matar, esquartejar e assar esposa na churrasqueira é preso em Corumbá

Denúncia anônima levou à prisão de um homem identificado como Mauro Sampietri, 59 anos, acusado de feminicídio contra sua esposa Claudete Sampietri, 59 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (10), na cidade de Corumbá, em frente a um hospital do município. O homem era procurado pela polícia desde que havia matado a esposa, esquartejado a vítima e queimado partes de seu corpo em uma churrasqueira. Vivendo a mais de um ano em Corumbá, Mauro foi surpreendido quando foi buscar a atual esposa no trabalho. Durante a abordagem, segundo o site Diário Corumbaense, ele se identificou como uma pessoa de cidadania italiana e chamado Domênico. Porém, a Polícia Militar tinha todas as características do veículo, o que facilitou na voz de prisão ao acusado de feminicídio. Após chegar na delegacia, ele confessou que matou a esposa ainda em 2017, no Paraná. Ele estaria morando no bairro Cravo Vermelho III, considerada a parte alta de Corumbá. Na época, Mauro Sampietri foi a Júri Popular e condenado a 21 anos de prisão e multa em regime fechado. Claudete foi morta no dia 20 de janeiro de 2017, em Curitiba. O desaparecimento chegou a ser registrado na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. Quase dois meses depois, exames, realizados pelo Instituto Médico Legal (IML), confirmaram que se tratava de Claudete. Mauro foi preso no mesmo dia e negou o crime.