Em regime de urgência, vereadores aprovam reajuste de 10% aos servidores - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

Em regime de urgência, vereadores aprovam reajuste de 10% aos servidores -

A Câmara Municipal de Campo Grande aprovou nesta quinta-feira (24), por unanimidade, projeto de lei do Executivo que reajusta em 10,06% os salários dos servidores municipais efetivos e comissionados da Capital. -O reajuste será pago de forma escalonada, sendo 5,03% em 1º de abril de 2022 e outros 4,7891% em 1º de dezembro de 2022. -O reajustes contemplará ainda médicos e professores convocados. No caso dos profissionais da educação, o prefeito anunciou que a categoria terá ainda o acréscimo de 11,06% em maio de 2023 e 11,06% em outubro de 2023. “Nos queríamos até que viessem mais, os 10% de uma só vez, ou até 20% ou 30%. Mas estamos aprovando de forma célere, com responsabilidade esse projeto de lei muito importante para a sociedade e principalmente para os servidores públicos de Campo Grande”, comentou o presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges (PSB). O acréscimo salarial não será aplicado aos vencimentos dos ocupantes dos seguintes cargos: secretários, subsecretários, secretário-adjunto, subprefeitos, diretores de fundações e autarquias, assessor especial, diretor-executivo, assessor-executivo, diretor-geral, auditor-geral, superintendente, ouvidor-geral, corregedor-geral, direção e assessoramento de tecnologia da informação e ocupantes de cargos com símbolos DT1-1. DTI-2 e DTI-3. Agentes comunitários de saúde, agentes de combate a endemias e agentes de saúde pública também não serão contemplados com o reajuste, pois possuem piso salarial que acompanha os valores nacionais. -