Encontro do MDB Mulher marca início da pré-candidatura de Puccinelli - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

domingo, 20 de fevereiro de 2022

Encontro do MDB Mulher marca início da pré-candidatura de Puccinelli

proximo passadoLideranças do MDB (Movimento Democrático Brasileiro) reuniram-se, dia 19 proximo passado, em Campo Grande, durante evento intitulado MDB Mulher. Apesar de não ser um evento oficial de lançamento, o encontro com almoço, ocorrido no Camelot Buffet, foi o primeiro da pré-candidatura ao governo de Mato Grosso do Sul do ex-governador André Puccinelli. Os discursos foram marcados por pedidos para que as lideranças façam militância nas redes sociais e destacaram a lealdade dos que permanecem no partido. Uma apresentação de grupo teatral abriu o encontro, seguida da exibição de um vídeo que relembrou obras e projetos de Puccinelli, durante dois mandatos de governador, entre 2007 e 2014. "Iniciemos nossa fala com um olhar um pouco para traz, quando em 2018, numa injustiça nunca vista antes, me tiraram da campanha que eu seria vitorioso por ter passado a frente nas pesquisas. E agora somos pré-candidatos para na convenção vencermos", iniciou Puccinelli, lembrando de sua prisão pela Polícia Federal, no âmbito da operação Lama Asfáltica. Em dezembro do mesmo ano, ele foi solto por decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).Em discurso emocionado, mencionando a família e lembrando que foi prefeito de Campo Grande por oito anos, o pré-candidato disse que quer fazer mais pelo Estado. Puccinelli destacou a lealdade dos que permanecem no partido. O presidente do diretório estadual do MDB, ex-deputado e pré-candidato a vaga na Assembleia Legislativa, Junior Mochi, convocou a participação de todos para mobilização nas redes sociais, além de falar da agenda de visitas a instituições e municípios para levar o nome de Puccinelli. “Esse é um pré-lançamento da pré-candidatura do André Puccinelli. É a vontade, o desejo, o entusiasmo e a paixão que vai fazer com que possamos celebrar a vitória”, disse Mochi. A presidente do MDB Mulher de MS, Maria José Maldonado, também classificou o evento como marco do início da pré-campanha. “Estamos dando pontapé para eleições de 2022. Precisamos de mais mulheres na política, mais mulheres eleitas. É esse o nosso objetivo e temos sempre que lembrar dos nossos quatro pilares: empoderamento da mulher, violência da mulher, a saúde da mulher e o trabalho da mulher”, disse. Presidente da FUG MS (Fundação Ulysses Guimarães), a ex-vereadora Maria Emília Sulze destacou a importância do partido construir novamente um trabalho de equipe. “Parabéns às pessoas que estão se dispondo a ser nossos candidatos, sobretudo as mulheres que estão colocando seu rosto à frente junto com os homens para construir o trabalho coletivamente”, disse Maria Emília.O deputado estadual Márcio Fernandes, que já se declara pré-candidato à reeleição, reforçou a convocação para que os correligionários levem o nome do pré-candidato. “Agora não tem mais dúvida. Não podemos dizer ainda que ele é o candidato, porque só pode depois da homologação na Justiça, mas é o nosso pré-candidato. Não se incomodem de ver que aqui temos um número pequeno de prefeitos em mandato. Isso não significa muito em uma campanha majoritária. Já vimos campanhas passadas em que candidatos com dois, três, quatro prefeitos, saíram vitoriosos na eleição”, enfatizou o deputado. Também participaram do evento o deputado estadual Renato Câmara; o ex-senador Waldemir Mok
a e o ex-ministro do governo do ex-presidente Michel Temer, Carlos Marun. "Essa não é uma reunião de eleitores e simpatizantes. Essa é uma reunião de dirigentes. Dirigentes têm que ter responsabilidade e foco, caso não, não deveriam ser dirigentes, e o foco é a eleição de André Puccinelli", destacou Marun.