Morre a ex-secretária de educação estadual, atropelada por moto em Campo Grande - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Morre a ex-secretária de educação estadual, atropelada por moto em Campo Grande

Leocádia Aglaé Petri Leme, de 73, morreu na noite deste domingo (20) na Santa Casa de Campo Grande, depois de ter sido atropelada por uma moto Yamaha YBR Factor 150 vermelha na Rua 25 de dezembro, região central de Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, o acidente aconteceu por volta das 17h50, quando Leocádia atravessava a rua. O motociclista, de 24 anos, contou aos policiais que descia a rua quando viu Leocádia atravessando, ele buzinou e desviou, mas ela acabou desviando no mesmo sentido e foi atropelada. O Corpo de Bombeiros foi acionado, fez os primeiros socorros e resgatou Leocádia em estado gravíssimo, com traumatismo craniocencefálico, para a Santa Casa de Campo Grande. Algumas horas depois, perto das 22h, Leocádia não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Segundo a polícia, o motociclista fez teste do bafômetro e não estava alcoolizado, mas durante consulta no sistema da polícia, descobriram que o jovem não tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Ele foi autuado e conduzido para a Depac Centro. Leocádia foi secretária de educação estadual entre 1991 a 1994, durante o governo de Pedro Pedrossian, ela também foi reitora da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e uma das fundadoras do PDT MS (Partido Democrático Trabalhista). Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento. Nas redes sociais o político Dagoberto Nogueira (PDT) lamentou a morte da professora. "Nosso domingo termina tomado de uma imensa tristeza em nossos corações, acabamos de perder uma das fundadoras do PDT, sempre atuante em nosso partido, mulher de luta que participou intensamente nos processos e estruturas da Educação em Mato Grosso do Sul", diz o texto publicado junto com a foto acima.