Clínica Central da UCP em Pedro Juan Caballero terá 30 profissionais médicos - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 24 de março de 2022

Clínica Central da UCP em Pedro Juan Caballero terá 30 profissionais médicos

Inaugurada na manhã desta terça-feira (22) a Clínica Central da Universidade Central do Paraguai (UCP) terá pelo menos 30 médicos atendendo a população. A informação foi dada durante a cerimônia de entrega do local pelo diretor de Carreiras da instituição, Luis Arias. De acordo com o médico estes profissionais estarão atendendo nas especialidades de Obstetrícia, Pediatria e Clínica Médica Geral e Cirurgia, e se junta às outras três que já estavam atendendo a população de Pedro Juan Caballero Cerro Corá, Zanja Pytã, Ponta Porã e outras cidades paraguaias e brasileiras. Os atendimentos são feitos de forma gratuita e como as clínicas estão ligadas ao curso de medicina, também servem como parte da grade curricular dos universitários que acompanham os procedimentos de seus professores e monitores. Segundo Arias, não só os pacientes ganham com os atendimentos, mas também os estudantes universitários que tem a oportunidade de vivenciar os atendimentos nestas especialidades que serão basicamente as matérias que eles cursarão durante o período de internato. “É uma experiência e um aprendizado que eles levarão para a vida profissional. Aqui eles encontram um ambiente semelhante ao que terão no futuro nas clínicas, hospitais e outros ambientes de saúde que irão trabalhar depois de formado. Esta troca de conhecimento e o convívio entre médico e pacientes são fundamentais na formação destes universitários”, salientou o diretor de Carreiras da UCP.A responsável clínica, doutora Juliana de Oliveira, disse que apesar do atendimento ser acompanhado por universitários, a população tem aceitado bem e que os pacientes passam por todos os procedimentos padrões de um atendimento como os realizados em outras clínicas e hospitais. “Nos últimos anos já atendemos milhares de pessoas nestes locais e nas atividades em bairros e comunidades carentes através de nosso projeto de Extensão Universitária, ajudando na melhoria da qualidade de vida daqueles que nos procuram”, disse Juliana.Estudante do oitavo semestre de medicina, maranhense Elio Barbosa, disse que atender a população nas clínicas oferece aos universitários viver na prática o que aprendem na teoria na sala de aula, nos laboratórios e nas atividades extracurriculares. “Muitos de nós tem aqui os primeiros contatos com pacientes e deixar a sala de aula e partir para a prática é sempre muito animador e desafiador, mas fundamental na nossa formação como profissional médico”, contou o estudante. O reitor da UCP engenheiro Luis Alberto Lopes Zayas, acompanhou ao lado de Karlos Bernardo todo o processo de montagem, regularização e implantação da Clínica Central e mostrou satisfação com a entrega do local para a sociedade acadêmica e a população fronteiriça. “Acreditamos na educação como fator de transformação social e não há nada melhor do que ver nossas clínicas, nossos professores e estudantes de medicina integrados a sociedade. O trabalho desenvolvido nestes locais ajuda preparar nossos futuros profissionais médicos e representam acesso a uma saúde de qualidade para quem procurar nossos serviços” comentou o reitor. Uma das responsáveis pela Farmácia da UCP, Raissa Otano disse que existe uma grande variedade de medicamentos a disposição dos pacientes e o local é dotado de uma lista de produtos básicos que sendo prescritos pelo profissional médico é fornecido de forma gratuita aos pacientes. Ela contou que o setor é responsável também pelo fornecimento de insumos para os atendimentos, exames e procedimentos realizados nas quatro clínicas da UCP na cidade.Para Aparecido Carlos Bernardo, criador do curso de medicina em Pedro Juan Caballero, a cada dia que passa a Universidade Central do Paraguai está mais integrada na sociedade e as clínicas levam saúde conforto a dezenas de famílias e isso representa qualidade de vida principalmente para a população de baixa renda. “A abertura oficial da Clínica Central é a realização de um sonho e o local além de servir como polo de conhecimento para os acadêmicos vai permitir um incremento no atendimento médico de toda a região”, disse Karlos Bernardo.A clínica que funcionará na rua Teniente Herrero em frente à praça Hermínio Gimenez no bairro San Blas e estará aberta para atendimento das 7h00 às 19h00 de segunda a sexta e aos sábados das 7h00 às 12h00.