Executado no Lageado já fugiu de hospital depois de sobreviver a atentado - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 14 de março de 2022

Executado no Lageado já fugiu de hospital depois de sobreviver a atentado -

Identificado como Ricardo Ajala Júnior, de 31 anos, o homem executado na madrugada deste domingo (13), no Parque do Lageado, foi alvo de tentativa de homicídio no mesmo bairro na véspera de Natal em 2020. Na ocasião,  ele fugiu da Santa Casa, para onde foi levado por equipe do Corpo de Bombeiros. - Pouco antes das 6 horas do dia 24 de dezembro de 2020, Ricardo deu entrada na Santa Casa com ferimentos de faca no tórax e lombar. Ele recebeu atendimento médico, fez curativos e ficou em observação, no entanto, mesmo sem autorização da equipe médica, retirou os curativos e fugiu do hospital. - Enquanto tentava ir embora, ele passou mal e deitou em uma calçada na Rua Rui Barbosa. Ao vê-lo, testemunhas chamaram equipe do Corpo de Bombeiros que o encaminhou novamente para a unidade de onde havia fugido. Morto a tiros - Na madrugada de hoje (13), Ricardo foi morto na Rua Anselmo Selingardi, no Parque do Lageado. A polícia suspeita que tenha sido vítima de três tiros na região da cabeça. De acordo com boletim de ocorrência a vítima estava no chão e sem documentos pessoais que pudessem o identificar. O crime ocorreu por volta das 3h40, quase na esquina com a Rua Maria Del Horno Samper, e foi registrado como "homicídio qualificado pela traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido". Uma comerciante, de 33 anos, diz que viu policiais por volta das 5h40. "Conheço o rapaz de vista, da vila, é um tal de Ricardo, apelido Ricardinho. Única coisa que eu sei é que ele era briguento."