O governador de São Paulo, João Doria, surpreendeu aliados e auxiliares na manhã desta quinta-feira, 31, ao comunicar que desistiu de concorrer à Presidência pelo PSDB e não vai mais deixar o cargo hoje, como estava previsto. O tucano cancelou agendas externas e manteve evento com prefeitos no Palácio dos Bandeirantes às 16h, quando deve fazer o anúncio oficial. Surpreendido, o vice governador Rodrigo Garcia (PSDB), que era apresentado por Doria como CEO do governo e assumiria o cargo, pediu demissão da Secretaria de Governo. Segundo aliados, o governador deve também anunciar a saída do PSDB e não vai tentar a reeleição ao governo de São Paulo. Na noite de quarta-feira, 30, em jantar com amigos, empresários, aliados e secretários, sem a presença de Garcia, que assumiria seu lugar, Doria já havia sinalizado, em discurso, que poderia abrir mão da disputa. "Não faço imposição do meu nome, pelo contrário. Não parto do pressuposto que tem ser eu. É preciso ter grandeza e espírito elevado", afirmou o governador paulista. - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 31 de março de 2022

O governador de São Paulo, João Doria, surpreendeu aliados e auxiliares na manhã desta quinta-feira, 31, ao comunicar que desistiu de concorrer à Presidência pelo PSDB e não vai mais deixar o cargo hoje, como estava previsto. O tucano cancelou agendas externas e manteve evento com prefeitos no Palácio dos Bandeirantes às 16h, quando deve fazer o anúncio oficial. Surpreendido, o vice governador Rodrigo Garcia (PSDB), que era apresentado por Doria como CEO do governo e assumiria o cargo, pediu demissão da Secretaria de Governo. Segundo aliados, o governador deve também anunciar a saída do PSDB e não vai tentar a reeleição ao governo de São Paulo. Na noite de quarta-feira, 30, em jantar com amigos, empresários, aliados e secretários, sem a presença de Garcia, que assumiria seu lugar, Doria já havia sinalizado, em discurso, que poderia abrir mão da disputa. "Não faço imposição do meu nome, pelo contrário. Não parto do pressuposto que tem ser eu. É preciso ter grandeza e espírito elevado", afirmou o governador paulista.

Vence no dia 11 de abril, o prazo para o pagamento à vista (cota única) do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) exercício de 2022 de Bataguassu. Os contribuintes que optarem por essa modalidade terão o benefício do desconto de 50% no valor do tributo. Para os contribuintes que optarem pelo pagamento em seis parcelas mensais iguais, de abril a setembro, a primeira parcela também vence dia 11 de abril, com desconto de 20% no pagamento. Segundo o secretário municipal de Finanças e Orçamento, José Carlos Zanardo, os carnês do IPTU já estão sendo entregues nas residências pelos Correios, porém, caso algum cidadão não tenha recebido o seu, é possível emitir a guia para pagamento através do site da Prefeitura www.bataguassu.ms.gov.br, na aba CIDADÃO/ PORTAL DO CONTRIBUINTE. Segundo o prefeito de Bataguassu, Akira Otsubo (MDB), o pagamento do IPTU é importante já que os recursos arrecadados são revertidos em melhorias para a população. “Oferecemos essas facilidades para que o contribuinte possa quitar seu imposto lembrando que o pagamento é de extrema importância para que a administração municipal possa realizar investimentos que visam à melhoria substancial da qualidade de vida de toda a nossa população”, destacou Akira. O tributo municipal poderá ser pago nas instituições bancárias conveniadas: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Casas Lotéricas. Confira o calendário de pagamentos PAGAMENTO À VISTA (COTA ÚNICA): 11/04/2022 com desconto de 50% PARCELA 1: 11/04/2022 com desconto de 20% PARCELA 2: 10/05/22 com desconto de 20% PARCELA 3: 10/06/2022 com desconto de 20% PARCELA 4: 11/07/2022 com desconto de 20% PARCELA 5: 10/08/2022 com desconto de 20% PARCELA 6: 12/09/2022 com desconto de 20%