Etanol "não compensa" e maioria dos leitores afirma que ainda opta pela gasolina - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 26 de abril de 2022

Etanol "não compensa" e maioria dos leitores afirma que ainda opta pela gasolina -

65%, afirma que continua abastecendo com gasolina, mesmo com recentes aumentos nos preços dos combustíveis. Outros 14% já aderiram ao etanol, enquanto os demais 21% avaliam que depende do preço. - Nos comentários, a leitora Ruth Carreira afirma que só abastece com gasolina, por achar que "não compensa etanol". Já outras respostas são daqueles que consideram outros meios - o leitor Leandro Lima, por exemplo, diz que a alternativa tem sido "ir de ônibus". Em geral, o etanol rende menos que a gasolina - há um déficit de aproximadamente 30%, o que pode gerar uma diferença para o consumidor, dependendo da cidade e dos valores praticados pelos postos. O cálculo básico para se descobrir se o álcool é vantajoso ou não em relação à gasolina é simples. Basta apenas dividir o preço do litro do álcool pelo da gasolina e, se o resultado for inferior a 0,7, é melhor usar álcool. Se for maior que 0,7, então a gasolina é mais vantajosa. Conforme último levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio da gasolina no Brasil é de R$ 7,202 o litro, enquanto o valor do etanol, em média, é de R$ 4,952.