Lealdade e Compromisso: 71 prefeitos de MS assinam carta em ato de apoio à pré-candidatura de Eduardo Riede - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 19 de abril de 2022

Lealdade e Compromisso: 71 prefeitos de MS assinam carta em ato de apoio à pré-candidatura de Eduardo Riede

Sob a bandeira do municipalismo e com um discurso que mesclava gratidão, lealdade e compromisso com o Mato Grosso do Sul, 71 dos 79 prefeitos do Estado assinaram e entregaram na noite de ontem, segunda-feira (18), uma carta de apoio ao pré-candidato do PSDB a governador, Eduardo Riedel, na sede regional do partido, que ficou lotada, com a presença, além dos gestores municipais, de vereadores de diversas cidades, deputados federais e estaduais, apoiadores e ainda, do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e da ex-ministra e pré-candidata ao Senado, Tereza Cristina (PP), que também recebeu apoio maciço à sua caminhada. Eduardo Riedel agradeceu o ato em apoio à sua pré-candidatura, e reforçou que o documento entregue a ele e Tereza Cristina pelo presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Valdir Júnior (PSDB), prefeito de Nioaque, é uma via de mão dupla, pois também representa seu compromisso de manter o municipalismo fortalecido em sua gestão, se eleito governador no pleito que se avizinha. “Aprendi com o governador Reinaldo Azambuja a tirar do papel um conceito abstrato (municipalismo), que não se faz sem muito trabalho, não se faz distante das pessoas e dos municípios. Nesta noite estamos celebrando a conquista de um modelo de trabalho de sucesso, com muito resultado, um legado que vai entrar para a história de Mato Grosso do Sul”, destacou Eduardo Riedel. Em sua fala, Reinaldo Azambuja destacou a competência e preparado de Eduardo Riedel para disputa da eleições do próximo mês de outubro, e reforçou que o ex-secretário estadual de governo e de infraestrutura esteve presente na construção de políticas públicas que fizeram de Mato Grosso do Sul o Estado brasileiro com maior crescimento de PIB (Produto Interno Bruto) da última década. O tucano também frisou que Tereza Cristina despontou no governo do presidente Jair Bolsonaro como a ministra que abriu mercados, dialogou com a sociedade, construiu pontes e fortaleceu ainda mais o agronegócio brasileiro. “Eu fui prefeito por 8 anos e não tinha naquela época a mão estendida do governo, e passei por 2 governantes (Zeca do PT e André Puccinelli), e não é porque não queriam, mas porque não tinha condições, não podiam fazer as transformações que estamos fazendo pelo Estado. Tem gente que critica, mas quando faltou dinheiro até para o tapa-buraco foi bater na nossa porta e a encontrou aberta, e ela está aberta até hoje, para atender a todos os municípios”, destacou Reinaldo. Bastante festejada em sua fala, a ex-ministra e pré-candidata ao Senado, Tereza Cristina fez um breve resumo de seu tempo à frente do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), e revelou que deixou o ministério para disputar a eleição com sentimento de dever cumprido. “É um prazer muito grande estar aqui hoje, vendo esse apoio, toda essa força política que você recebe Eduardo (Riedel). Isso é a esperança de um Brasil melhor, e me sinto honrada em ter sido incluída nesse apoio dos prefeitos”, disse Tereza. O presidente da Assomasul também discursou e agradeceu ao governador Reinaldo e a Eduardo Riedel por terem gerido um governo municipalista, próximo dos municípios, sempre aberto ao diálogo. A prefeita de Jardim, Clediane Matzenbacher (PP) reforçou o tom de lealdade do evento. “Isso é uma resposta àquilo que fizeram por nós, prefeitos e prefeitas. Hoje Mato Grosso do Sul se tornou referência para o Brasil, pois teve um olhar humanizado por todo canto do Estado. Sou Eduardo e sou Tereza”, finalizou Clediane.