Urnas vão receber dados dos candidatos em Angélica nos dias 10 e 11; depois serão lacradas - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 26 de abril de 2022

Urnas vão receber dados dos candidatos em Angélica nos dias 10 e 11; depois serão lacradas

Nos dias 10 e 11 de maio, será realizada na sede do Cartório Eleitoral de Ivinhema, a 291 quilômetros de Campo Grande, a inserção dos dados dos candidatos a prefeito nas eleições suplementares de Angélica. Partidos, coligações, MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) e a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) devem participar do ato. Na oportunidade, será feito também os procedimentos de carga, lacração e conferência das urnas eletrônicas. No dia 13, haverá a entrega dos materiais de votação e urnas no posto de atendimento eleitoral no município de Angélica e também no distrito de Ipezal. As eleições estão previstas para o dia 15 de maio e quatro candidatos estão na disputa. Candidatos em Angélica Entre os concorrentes estão o presidente da Câmara Municipal e Prefeito Interino Geraldo Aparecido Rodrigues Boquinha (PSDB) e o vice Omir Rogério da Silva (PSDB), o Omir do João Bonito. Também disputam Roberto Cavalcanti (União) para prefeito e Roberto Maran (PSB) vice, Chico Bragança (MDB) prefeito e Milton Motta França (PSD) vice, e Edinho Cassuci (PDT) para prefeito e Paulo Conconi (PTB) vice. Decisão Judicial Conforme resolução assinada pelo desembargador Paschoal Carmello Leandro, estas eleições suplementares ocorrem em razão de uma decisão da Justiça Eleitoral de março de 2021, que negou provimento a João Donizeti Cassuci (PDT), prefeito eleito sub judice. A decisão foi confirmada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), tornando assim definitiva a anulação dos votos obtidos pela chapa por ele integrada, a qual foi a mais votada no pleito de 2020.