André apresenta propostas para o futuro de MS - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 17 de maio de 2022

André apresenta propostas para o futuro de MS

 O pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, já esteve em 37 municípios em quase três meses. As viagens começam sempre às quintas-feiras e terminam aos sábados. Nos encontros com a população, André explica detalhes do que pretende fazer caso seja eleito governador, ouve as reivindicações dos moradores e, com seu estilo franco, transparente e direto, diz o que é possível e o que ainda precisa ser mais bem estudado, seja no aspecto técnico ou sobre a fonte dos recursos.

“Nem tudo a gente consegue fazer e o importante é dizer a verdade numa conversa aberta com os sul-mato-grossenses. Não sou de ficar enrolando ou prometendo o que não poderei cumprir”, diz ele.
André faz questão de afirmar que um bom governo tem que resolver os problemas imediatos, mas precisa planejar e projetar o futuro. “Foi o que fiz na Prefeitura de Campo Grande e no Governo do Estado”.
A ideia do pré-candidato é mostrar à população o que está previsto em seu plano de governo e, ao mesmo tempo, ouvir as solicitações de cada município.

“Quero estar o mais próximo possível das pessoas do interior do nosso estado, sem esquecer da nossa querida Campo Grande, onde também tenho feito várias reuniões com o mesmo propósito”, completa. André aproveita as conversas para relembrar o que fez quando esteve à frente do executivo municipal e estadual. Destaque para a construção de casas, as realizações na saúde, na educação e na assistência social. Outro ponto importante foi a atração de empresas e a criação de empregos. Ao longo dos oito anos no governo, ele relembra, foram criados mais de 200 mil empregos diretos e outros milhares indiretos.

Os programas sociais, tais como o Vale Renda e o Vale Universidade, transformaram a vida de milhares de moradores do estado. “O Vale Renda levou dignidade para mais de 100 mil famílias e o Vale Universidade ofereceu a oportunidade de cursar uma faculdade para mais de 5 mil jovens. Esses programas me deixam muito orgulhoso, além das 74 mil casas que entreguei para os irmãs e irmãos Sul-mato-grossenses”, conclui.

Em todos os encontros, André reforça a importância de se desenvolver o estado distribuindo as oportunidades de crescimento em sintonia com as vocações de cada uma das regiões. A população tem a mesma opinião, como diz Lilian Uchôa da Silva Bertonha, moradora de Brasilândia: “Hoje vivemos uma situação de impostos muito altos e os empresários daqui acabam sofrendo muito. Estamos na divisa com São Paulo e a maioria da população prefere fazer compras e abastecer no estado vizinho”, diz. Ela é assistente social por formação, atualmente trabalha em uma instituição financeira e preside a Apae local.

Lilian elogiou a sensibilidade do pré-candidato em ouvir a população e suas demandas com atenção e respeito. “A indústria é importante, ajuda na geração de empregos. Também precisamos cuidar da educação especial, da capacitação dos professores para melhor atender os nossos alunos”, pontuou Lilian Bertonha. Atualmente, a Apae local trabalha no limite da capacidade, atendendo 60 pessoas.

Maria Aparecida Martins de Souza Silva, produtora rural do distrito de Nova Casa Verde, em Nova Andradina, também tem opinião positiva sobre o jeito de André governar, sempre ouvindo a população. “Vejo a pessoa dele muito responsável e com vontade de realizar, além de ser competente. Isso faz dele alguém que sabe administrar Mato Grosso do Sul e que tem bons olhos para todas as regiões, para todos os municípios”, afirma ela.

Em Corumbá, as propostas de André também foram muito bem recebidas. O professor Pedro Márcio Medina gostou do que ouviu: “Nós falamos sobre vários problemas que precisamos resolver: a saúde, a geração de empregos, principalmente para os jovens. Isso sem contar a educação”, destacou o professor.

Na região norte do estado, em Pedro Gomes, entre as reivindicações dos moradores estão o asfaltamento das estradas vicinais e mais moradias para a população. “Um dos maiores problemas em nosso Município é a falta de habitação, que tem uma demanda muito grande”, disse Vanda Faria dos Anjos, autônoma.

As viagens tiveram início março e nesse tempo até meados de maio, o pré-candidato já esteve nos seguintes municípios: Camapuã, Paraíso das Águas, Chapadão do Sul, Costa Rica, Figueirão, Alcinópolis, Coxim, Pedro Gomes, Sonora, Maracaju, Sidrolândia, Ponta Porã, Dourados, Rio Brilhante, Nova Alvorada, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Bonito, Bodoquena, Miranda, Naviraí e Corguinho.

E não acabou. Ele visitou também Ribas do Rio Pardo, Água Clara, Inocência, Cassilândia, Paranaíba, Nioaque, Miranda, Corumbá, Ladário, Ivinhema, Nova Andradina, Batayporã, Santa Rita do Pardo, Brasilândia e Três Lagoas.