Com apoio do Governo Municipal, 49ª Festa de Santo Antônio acontece de 1º a 13 de junho - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 31 de maio de 2022

Com apoio do Governo Municipal, 49ª Festa de Santo Antônio acontece de 1º a 13 de junho

 Com apoio do Município de Costa Rica, a Paróquia Santo Antônio de Pádua realiza de 1º a 13 de junho a 49ª Festa de Santo Antônio. A festa, que celebra o padroeiro do município, acontece na Praça Central Manoel Romualdo Gonçalves.

 
Durante a Trezena de Santo Antônio serão realizadas missa todos os dias, festival de prêmios, e apresentações culturais. O evento contará também com barraquinhas de pastel, cachorro quente, doces e canjica, caldo e quentão, pamonha, churros, bebidas, artigos religiosos, além de brinquedoteca, trenzinho e parquinho de diversões.
 
A programação conta ainda com os tradicionais jantares, que este ano trazem um cardápio variado com galinhada (04/06), arroz carreteiro (05/06), arroz casado (07/06), strogonoff (09/06), batata recheada (10/06), feijoada (11/06) e costela recheada (12/06).
 
“Convidamos toda população costarriquense para celebrar a tradicional Trezena de Santo Antônio. Além de festividades, é um momento de reflexão, partilha, caridade, amor e fé”, destaca o prefeito de Costa Rica, Cleverson Alves dos Santos.
 
Confira a programação cultural da festa:

01/06 (Quarta feira) – Maisa Prado e Viviane Dutra
 
02/06 (Quinta feira) – Guto Martins
 
03/06 (Sexta feira) – Siel
 
04/06 (Sábado) – Sociedade Baileira / Marcos Marraial
 
05/06 (Domingo) – Zizo Nogueira
 
06/06 (segunda feira) – PH e Juliano
 
07/06 (terça feira) – Daniel Reis
 
08/06 (Quarta feira) – Augusto Cesar e Cristiano
 
09/06 (Quinta feira) – Helton Rodrigues e Henrique
 
10/06 (Sexta feira) – Piseiro 67
 
11/06 (Sábado) – Felix
 
12/06 (Domingo) – Flavinho Corrêa (show Doado)
 
Santo Antônio

Santo Antônio ou Fernando Antônio de Bulhões, nome de batismo, nasceu em Lisboa, Portugal, em 15 de agosto de 1195. De família nobre e rica, era filho único. A formação inicial foi feita pelos cônegos da Catedral de Lisboa.
 
É conhecido como protetor das coisas perdidas, dos casamentos, dos pobres. É o santo dos milagres. Ele morreu em Pádua, na Itália, em 13 de junho de 1231, com 36 anos, por isso é conhecido como Santo Antônio de Pádua, mas também como Santo Antônio de Lisboa, por ser a cidade de origem. Foi canonizado um ano depois de sua morte, em 1232.