Em Corumbá, 1º Festival Internacional de Pesca reuniu mais de 250 equipes e próxima edição será em fevereiro - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 24 de maio de 2022

Em Corumbá, 1º Festival Internacional de Pesca reuniu mais de 250 equipes e próxima edição será em fevereiro

 Batendo recorde de inscrições e de tempo de prova, o 1º Festival Internacional de Pesca Esportiva de Corumbá (FIPEC) aconteceu neste final de semana na Cidade Branca após 10 anos suspenso. O evento reuniu milhares de pessoas e já teve a próxima edição marcada para fevereiro de 2023.

A disputa foi nas águas do Rio Paraguai, com a concentração do evento no Porto Geral, onde aconteceram também apresentações musicais. Ao todo, o Festival reuniu 256 equipes de pesca adulta e outros mil participantes inscritos na modalidade pesca infanto-juvenil.Durante a abertura, na sexta-feira (20), o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, agradeceu aos parceiros que acreditaram no projeto e falou da alegria em retomar o Festival.

“Agradeço a todos que nos ajudaram, aos comerciantes, ao governador Reinaldo Azambuja, a todos os parceiros, aos turistas, aos corumbaenses, aos ladarenses e também aos bolivianos. Depois de quase 10 anos, o Festival volta, e volta com força total, com sucesso. É o primeiro de grandes outros Festivais Internacionais de Pesca”, disse.

Marcelo Iunes agradeceu também às pessoas e os veículos de comunicação que ajudaram na divulgação do Festival. “Agradecer a todos que nos levam ao Brasil a fora. Isso é importante para nossa cidade, que é turística, uma cidade que hoje nós temos grandes eventos, como o Banho de São João, o Festival América do Sul e, se Deus Quiser, para o ano que vem, um belo Carnaval. Esse ano vai ser o primeiro São João que vamos fazer como Patrimônio Imaterial da Cultura Brasileira”, lembrou,

A competição da categoria adulta foi realizada no sábado (21) e, após sete horas de prova, a equipe Pescadores do MS - Hotel Pesqueiro da Odila conquistou o título e um carro 0km, acumulando 947 pontos e vencendo com um peixe da espécie piraputanga de diferença para o segundo colocado.Na disputa infanto-juvenil, que aconteceu no domingo (22) e encerrou o Festival, os mil inscritos foram divididos em oito baterias de 125 pescadores mirins cada. Monitores orientaram os pequenos sobre as técnicas de pesca, trocaram as iscas e registraram os exemplares fisgados. Três inscritos ganharam troféus por fisgarem exemplares de peixes. Giovanne Gregório da Silva Soares, de 7 anos; Kemilly Emanuelly Ferreira Pinto, de 8 anos; e Mayk da Costa Hermosilha, de 9 anos. 

“Mil inscrições de crianças e conseguimos as camisetas que foram trocadas por um quilo de alimento. É importante porque elas gostam de pescar também e embelezam ainda mais nosso evento”, afirmou o prefeito Marcelo Iunes.

De acordo com os organizadores do evento, os competidores do Festival pescaram e soltaram ao todo 53 peixes da espécie dourados, 14 barbados, 13 pintados, 8 piraputangas e 3 pacus.  

Os vencedores do FIPEC receberam diversos prêmios como carro, moto, motores de pesca, barcos de alumínio e brindes que foram sorteados. Tudo foi doado por empresários da região.

Também receberam premiação os barcos que pescaram os maiores exemplares. O troféu foi dividido entre os barcos Kayamã 11 (número 118) e Kaká I (número 161), que capturaram um pintado de 90 centímetros.

O FIPEC foi realizado pela Prefeitura e pela Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo (ACERT), com apoio Fundação de Meio Ambiente de Corumbá, Governo do Estado, por meio da Semagro e da Fundação de Turismo do MS, da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro, da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul e do Corpo de Bombeiros.

Novimento na economia

Importante destacar que o 1º Festival Internacional de Pesca de Corumbá movimentou não só as águas do Rio Paraguai, como também o comércio, o turismo e a cultura local.

O Festival foi a oportunidade que muitos comerciantes aguardavam para conseguir uma renda extra e voltar a faturar com o turismo.

Durante os três dias de evento, foram gerados pelo menos 250 empregos temporários e, tanto os pequenos comerciantes, quanto os grandes empresários, venderam seus produtos no circuito gastronômico montado no Porto Geral.

A expectativa agora e que a cidade receba ainda mais visitantes para a 16ª Edição do Festival América do Sul Pantanal, que acontece já nos dias 26, 27, 28 e 29 de maio em Corumbá e Ladário.

Edição 2023 do FIPEC

O objetivo dos organizadores do Festival Internacional de Pesca de Corumbá é manter a realização do evento anualmente. Por isso, ao encerrar a competição, o prefeito Marcelo Iunes já anunciou que a próxima edição será realizada nos dias 4, 5 e 6 de fevereiro de 2023.

Ele destacou que a união de forças foi fundamental para que o Festival acontecesse e novamente agradeceu a todos os parceiros. “Foi uma enorme satisfação receber todos vocês aqui neste grande evento. Com certeza, faremos uma festa melhor ainda no próximo ano. Unindo forças vamos muito mais longe”, finalizou Marcelo.