Colônia de Pescadores Z-18 faz blitz educativa e realiza amanhã 11ª edição do Projeto Rio Vivo - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 29 de junho de 2022

Colônia de Pescadores Z-18 faz blitz educativa e realiza amanhã 11ª edição do Projeto Rio Vivo

 Pescadores da Colônia Z-18 em Anastácio realizaram, nesta terça-feira (28), blitz educativa para conscientização ambiental da população de Anastácio. E nesta quarta-feira (29) farão mutirão para limpeza dos rios Aquidauana e Taquarussu, na 11ª edição do Projeto Rio Vivo, em alusão ao Dia do Pescador comemorado em 29 de junho. 

Na ação de hoje (28), eles estão distribuindo panfletos informativos sobre o Projeto Rio Vivo, lembrando que junho é o mês do meio ambiente e pedindo à população que se conscientize. “O lixo que você deixa nas margens do rio irá poluí-lo, lembre-se que peixes e animais não se alimentam de lixo. Preserve nosso rio! Dele bebemos, comemos e vivemos”, diz trecho do material informativo.

“A aceitação foi muito boa. No Dia do Pescador, quem ganha o presente é o rio”, destaca a secretária da Colônia Z-18, Lúcia Helena Souza. Ela relembra que nos onze anos do projeto, foram retiradas cerca de 23 toneladas .

O mutirão de limpeza de amanhã contará com 12 barcos com três a quatro pessoas em cada um deles. A duração prevista é de 4 horas, incluindo uma procissão fluvial em homenagem a São Pedro, padroeiro dos pescadores. Somente na edição de 2021, a ação retirou duas toneladas de lixo da margem dos dois rios.

Apoio parlamentar

Secretário-executivo da Frente Parlamentar em Defesa da Pesca da Assembleia Legislativa do Estado, Paulo Ângelo de Souza avalia que a ação dos pescadores profissionais e artesanais da Colônia Z-18 é uma forma de militar pela preservação dos rios do Estado. 

“O nosso mandato do deputado estadual Amarildo Cruz (PT), por meio da Frente Parlamentar em Defesa da Pesca, defende as atividades de preservação, conscientização do meio ambiente, dos rios e consequentemente a continuidade da atividade pesqueira que é uma das mais antigas de Mato Grosso do Sul”, ressaltou.