Feriadão teve morte de duas mulheres no trânsito de Campo Grande - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

domingo, 19 de junho de 2022

Feriadão teve morte de duas mulheres no trânsito de Campo Grande

 Duas motociclistas morreram nesse feriadão prolongado em Campo Grande, fazendo com que o número de óbitos em veículos de duas rodas chegassem a 30 só nestes 6 primeiros meses de 2022. No mesmo período de 2021, foram 21 casos.

Nesse sábado (18), Wildislaine Andrade Galvão, de 29 anos, morreu após ser atingida por um veículo VW Gol, na Avenida Thyrson de Almeira, no bairro Guanandi, quando estava próximo da avenida Georges Chaia. O motorista fugiu do local sem prestar socorro a vítima.

O acidente ocorreu por volta das 17h, a vítima havia acabado de sair de casa e estava indo em direção a casa de uma amiga. No local, ninguém anotou a placa do carro, mas segundo boletim da Polícia Civil há um radar 100 metros após o local da batida e esse poderá ajudar nas investigações.

Outro caso, ocorreu no feriado de Corpus Christi, também no final da tarde, a vítima identificada como Joyce Aparecida da Silva Victor, de 26 anos, morreu após atingir a traseira de um veículo Fiat Punto, em seguida, ela perdeu o contole da motocicleta e caiu na pista contrária, sendo atropelada por um caminhão.

Ela estava com uma amiga gestante na garupa, que foi socorrida com vida para a Santa Casa e permanece internada em estado grave.

Conforme dados da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), de janeiro a junho deste ano, foram 43 vítimas fatais no trânsito de Campo Grande, destes 30 são motociclistas. Em Janeiro foram quatro vítimas, no mês de fevereiro foram 10, em março outras cinco, abril teve apenas um óbito, maio outros seis e junho quatro.

No mesmo período em 2021, foram 35  no trânsito da Capital, 18.6% a menos que este ano. Destes são 21 motociclistas que perderam a vida, 30% a menos que 2022. Em janeiro foram sete vítimas, no mês de fevereiro foi apenas uma morte, em março não houve vítimas fatais, em abril tiveram quatro óbito, no mês de maio outros três mortes e junho foram seis.

Os dados de 2021, foram atualizados no dia 14 de junho. Mas, conforme apurado pelo Jornal Midiamax, após essa data, houve duas mortes em Campo Grande.

A Agetran informa que esse total se refere aos óbitos cujos  ocorreram na área urbana de Campo Grande e região periurbana - não incluídos rodovias.