Município autoriza início da execução da 2ª etapa do Programa - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 10 de junho de 2022

Município autoriza início da execução da 2ª etapa do Programa

 Na tarde de ontem (09) foi realizada uma cerimônia para formalizar a autorização do início da execução da 2ª etapa do Programa Lotes Urbanizados, uma parceria entre Município e o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da AGEHAB.

O documento é um contrato particular de investimento social com obrigação de retorno, autorizando o início da construção dos imóveis. O financiamento da estrutura metálica das casas será em parcela de 60 vezes e o beneficiário só começa a pagar a partir de dois anos da assinatura.

Foram 50 (cinquenta) contemplados pelo programa e a partir deste momento os contemplados deverão iniciar a estrutura do imóvel à altura do eitão. Após este período de seis meses os contemplados terão um ano e seis meses para concluir o imóvel.

Conforme o responsável pelo setor de Habitação da Prefeitura, Alexsandro Melo, a Administração Municipal dará o suporte necessário. ‘’Nós vamos dar todo o apoio a vocês no que diz respeito ao acompanhamento de obras. É uma alegria ver vocês tendo esta oportunidade de realizar o sonho da casa própria. Eu gostaria também de agradecer ao prefeito Maycol Queiroz que não tem medido esforço para que o programa dê certo’’ disse.

O Programa Lote Urbanizado funciona da seguinte maneira: O município participa com o terreno e a assistência técnica, já o Governo do Estado constrói a base da casa até a primeira fiada de tijolos e o cidadão dá continuidade na construção de sua moradia. O município assinou um termo de adesão e ficou responsável pela doação do terreno dotado de infraestrutura básica como água, energia, arruamento, iluminação pública, limpeza e parametrização dos terrenos, conforme orientação da Agehab, antes do início da obra.

De acordo com as regras do projeto, na 1ª etapa a Agehab tem como responsabilidade a construção das bases da fundação de uma residência até o contra piso, fossa séptica e sumidouro. A 2ª etapa constitui a elevação das paredes a altura do eitão e, por fim, a 3ª etapa é a responsável pela conclusão da unidade habitacional no prazo de até um ano e meio.

Confira a lista com os 50 contemplados:

  1. Alessandra Nunes

  2. Ana Cleide dos Santos Teodozio

  3. Angela Maria Ferreira da Silva

  4. Camila Francisca dos Santos

  5. Carla Andreza Andrade de Freitas

  6. Celma Cristina de Souza

  7. Claudete Gonçalves Beijamin

  8. Daiane Alexandre Alves

  9. Edinalva Pereira Macedo

  10. Edna Francisca Neves

  11. Edsania Borges da Silva

  12. Elaine de Souza Alves

  13. Eliana Dias Guimarães

  14. Elizangela da Silva Oliveira

  15. Elizeu Luiz da Silva

  16. Euzimar Alves de Lima

  17. Fabiana Correa da Silva

  18. Fátima Aparecida da Silva

  19. Flaiane Fernanda Siqueira de Paula

  20. Flávia Carvalho Freitas Medeiros

  21. Francisleide Mendes dos Santos

  22. Glauciele da Silva Claro

  23. Isoila Gonçalves de Souza

  24. Izabela de Lázara Fernando

  25. Jennifer Maitê Coimbra Ferraz

  26. Jessica Ferreira

  27. Jocimara Souza da Silva

  28. Juliana Nogueira da Cruz

  29. Kelen Cristina Rodrigues Silqueira

  30. Larissa Flávia dos Santos Silva

  31. Letícia Valesca Chaves dos Santos

  32. Liana Luisa Batista Santos

  33. Lidiane Elias de Souza

  34. Luzia Aparecida Vieira Barborsa

  35. Mara Regina Farias de Morais

  36. Marcia Santana da Silva

  37. Maria Aparecida de Oliveira

  38. Maria Badia da Silva Dourado

  39. Maria de Fátima Rodrigues Barbosa

  40. Maria Gabriela Lázaro dos Santos

  41. Maria Nilza Rodrigues de Barbosa

  42. Mariza Rodrigues Muniz

  43. Marta Francisca de Morais

  44. Oleneusa Francisca Leite

  45. Rosely Rodrigues Machado

  46. Rosimar Rodrigues Machado

  47. Sheila da Silva

  48. Vanessa Patrícia Macedo Barbosa

  49. Zelinda Indiara Borges Alves de Oliveira

  50. Zilda Ferreira dos Santos